História

Certamente, em busca de terras férteis e de seringais é que chegariam as primeiras pessoas que iriam formar os agregados humanos iniciantes. O local foi rota de seringueiros e aventureiros.

Há, também, a história de estabelecimento de fazendeiros, na região e anterior ao ano de 1843.

Fundação e povoamento

O povoamento da localidade teve início por volta de 1936 com a penetração de antigos seringueiros vindos do Acre. Em 1968, o povoado foi levado a distrito. Em 1976, através do decreto-lei nº 177 de 21 de Junho, Anori, um distrito próximo, é elevado à categoria de município e Anamã torna-se distrito de Anori.

Emancipação

Em 1940, o distrito tornou-se muito conhecido por seus seringais. Adotou, popularmente, o nome de Alto Seringal, porém esse nome não foi reconhecido pelo governo.

Moradores do local migraram em direção à Manaus em 1957, pela péssima condição de vida humana no local. Em 1965, o local passou a ser conhecido 

como Princesa de Anori por populares.

Somente no ano de 1981, pela emenda constitucional nº 12, foi conseguido em Brasília pelo então vereador de Anori Sebastião Pacheco Teles, que o distrito de Anamã fosse desmembrado de Anori, e passasse a constituir o novo município, Anamã. Em 1982 aconteceram as eleições municipais, vencidas pelo próprio Sebastião Pacheco Teles.

Em conformidade com a Lei Municipal nº 298 de 26.09.2017, que estabelece o dia 31 de Janeiro, como o dia Oficial do Aniversário do Município de Anamã.

A escolha do nome

O escritor e pesquisador Ivany Jamys Ferreira Régis realizou uma análise exegética e semântica acerca da etimologia e do significado do nome Anamã, o qual é de origem nheengatu (tupi moderno), é derivada do tronco linguístico tupi. Encontra-se exarado por meio da lavra de Ermanno Stradelli em sua obra intitulada, Vocabulário Nheengatu-Português e Português-Nheengatu, publicada em 1928 na Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro. nas páginas 315 e 510 da referida obra, a qual apresenta alguns significados para a Anamã:

ANAMàespesso dos líquidos, grosso.

ANAMàdesmamado.

"UANAMÃ" , "ANAMÃ " - casta de marreca (Amazonetta brasiliensis)